Atuais conflitos na África

Líbia
Líbia (em árabe ليبيا, transl. Lībiyā, no árabe líbio Lībya; berbere ) é um país do norte de África, limitado a norte pelo Mar Mediterrâneo, a leste pelo Egito e pelo Sudão, a sul pelo Chade e pelo Níger e a oeste pela Argélia e pela Tunísia. Sua capital é Trípoli. É o país com o maior IDH da África (0,755) e um dos poucos do continente que apresentam IDH alto.


Capital da LíbiaTripoli

Mapa da Líbia

As 32 municipalidades são:

1 Ajdabiya
2 Al Butnan
3 Al Hizam al Akhdar
4 Al Jabal al Akhdar (Al Bayda)
5 Al Jifarah
6 Al Jufrah
7 Al Kufrah
8 Al Marj
9 Al Murgub
10 An Nuqat al Khams
11 Al Qubbah
12 Al Wahat
13 Az Zawiyah
14 Banghazi
15 Bani Walid
16 Darnah
17 Gha
18 Gadamés
19 Gharyan
20 Murzuq
21 Mizdah
22 Misratah
23 Nalut
24 Tajura Wa Al Nawahi        AlArba’
25 Tarhuna Wa Msalata
26 Tarabulus (Tripoli)
27 Sabha
28 Surt
29 Sabratha Wa Surman
30 Wadi Al Hayaa
31 Wadi Al Shatii
32 Yafran


Presidente Líbia


Khadafi

 

Líbia na África

 

Protestos
Protestos de oposição do lado de fora da Casa Branca em
Washington no dia 19 de fevereiro de 2011.



Egito

Mapa Egito

1 Dakahlia
2 Mar Vermelho
3 Al-Buhaira
4 Faium
5 Garbia[35]
6 Alexandria
7 Ismaília[36]
8 Guizé[37]
9 Monufia
10 Minya
11 Cairo
12 Qaliubia
13 Luxor
14 Vale Novo[38]
15 Xarqia[39]
16 Suez
17 Assuão[40]
18 Assiut[41]
19 Beni Suef
20 Porto Said[42]
21 Damieta
22 Sinai do Sul
23 Kafr el-Sheikh
24 Matruh
25 Qina
26 Sinai do Norte
27 Sohag

Protestos do Cairo

Manifestação no Cairo em 25 de janeiro de 2011.

Dias de Fúria, Revolução de Lótus e Revolução do Nilo

—A Revolução no Egito em 2011, também conhecida como Dias de Fúria, Revolução de Lótus e Revolução do Nilo,[1][2] foi uma série de manifestações de rua, protestos e atos de desobediência civil que ocorrem no Egito desde 25 de janeiro de 2011. Os organizadores das manifestações contam com a recente revolta da Tunísia para inspirar as multidões egípcias a se mobilizar, assim como ocorreu em grande parte do mundo árabe. Os principais motivos para o início das manifestações e tumultos foram a violência policial, leis de estado de exceção, o desemprego, o desejo de aumentar o salário mínimo, falta de moradia, inflação, corrupção, falta de liberdade de expressão e más condições de vida.[3] O principal objetivo dos protestos era derrubar o regime do presidente Hosni Mubarak, que está no poder há quase 30 anos.

Presidente Egito


Hosni Mubarak

Tunísia
—A Tunísia (árabe: تونس, transl. Tūnis), oficialmente República Tunisina (الجمهورية التونسية, transl. Al-Jumhūriyyah at-Tūnisiyyah) é um país ao Norte da África  e que pertence à região do Magrebe. É limitada ao norte e o leste pelo Mar Mediterrâneo, através do qual faz fronteira com a Itália, ficando especialmente próxima da Ilha de Pantelária e das Ilhas Pelágias. Possui fronteira ocidental com a Argélia (965 km) e a leste e sul com a Líbia (459 km). A sua capital e maior cidade é Túnis, que está situada no nordeste do país.

Mapa da Tunísia

1. Ariana
2. Beja
3. Ben Arous
4. Bizerte
5. Gabès
6. Gafsa
7. Jendouba
8. Kairouan
9. Kasserine
10. Kebili
11. Inutilidade
12. Mahdia
13. Manouba
14. Medenine
15. Monastir
16. Nabeul
17. Sfax
18. Sidi Bou Zid
19. Siliana
20. Sousse
21. Tataouine
22. Tozeur
23. Tunis
24. Zaghouan

 

 

 

 

 

Presidente da Tunísia


Zine El Abidine Ben Ali
Magrebe

Magrebe ou Magreb (em língua árabe, المغرب, Al-Maghrib), também noroeste da África, é uma região africana que abrange, em sentido estrito, Marrocos, Sahara Ocidental, Argélia e Tunísia (Pequeno Magreb ou Magreb Central). O Grande Magreb inclui também a Mauritânia e a Líbia. Na época do Império Romano, era conhecido como África menor.

Mapa Magrebe


About these ads
Esse post foi publicado em Atualidades. Bookmark o link permanente.